SEJA BEM-VINDO!!!!

SEJA BEM-VINDO!!!!
Este é um espaço dedicado à estudantes e profissionais de serviço social e também àqueles que tem interesse pelos assuntos sociais do nosso país, que acreditam e contribuem para a efetivação dos direitos de todos os cidadãos!

Seguidores

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Relatório afirma que Brasil reduziu pobreza, mas ainda é muito desigual

De cada 100 habitantes da América Latina, 80 vivem nas cidades. Mas de cada quatro brasileiros que vivem nas cidades, um mora em uma favela.

A população da América Latina é cada vez mais urbana. E um relatório divulgado pelo Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos mostra os desafios que isso representa em áreas como saneamento, habitação e transporte.
A pesquisa também mostra que o Brasil conseguiu reduzir a pobreza nas últimas décadas. Mas a nossa desigualdade de renda ainda é uma das maiores entre os países latino-americanos.
De cada 100 habitantes da América Latina, 80 vivem nas cidades. As grandes já não crescem tão rápido, mas as médias estão recebendo mais e mais moradores. Se fundindo umas com as outras, formando novas metrópoles.
Daqui a 10 anos, 90% da população brasileira será urbana. Mas será que essas cidades vão aguentar? De cada quatro brasileiros que hoje vivem nelas, um mora em uma favela.
E o saneamento ainda é problema sério: 15% da população dos grandes centros ainda convive com o esgoto sem tratamento. Situação que já não existe no Uruguai, por exemplo.
O estudo da ONU também detectou o crescimento econômico do Brasil nas últimas quatro décadas. Com isso, a vida melhorou para muita gente.
Em 1990, de cada 100 pessoas que viviam nas grandes cidades do Brasil, 41 estavam na pobreza. Hoje são 22. Mas a distribuição da riqueza não é equilibrada. Somos o quarto país da América Latina em desigualdade de renda, atrás apenas da Colômbia, Honduras e Guatemala.
E ainda há mais desequilíbrio. Nas cidades que crescem, é preciso casa, trabalho e transporte. 

Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2012/08/relatorio-afirma-que-brasil-reduziu-pobreza-mas-ainda-e-muito-desigual.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário